ciência sem fronteiras

30 days of London!

28.2.13

E então se passou um mês inteirinho desde que cheguei em Londres. Bizarro como o tempo voa quando você está realizando um sonho. Só espero que o resto do ano não voe assim - não que o primeiro mês não tenha sido super bem aproveitado.

Londres até agora não me desapontou nem um pouco. O que quer dizer muita coisa, já que eu sonho em vir pra cá desde pequena (com mais força a partir dos 14 anos). Eu já sabia tanto sobre o lugar, já tinha usado tanto o google streeet view ou o London 360 (hehe) pra espiar a cidade, que às vezes parece até que já conhecia. Mas ao mesmo tempo tudo é novo e cheio de surpresas.

Se tivesse que apontar alguma desvantagem, eu diria que é a distância da UEL pra tudo que é mais central, e o preço do transporte público aqui. Nunca imaginei que o famoso Tube, o metrô mais antigo do mundo, fosse ser tão caro!


Maaas é óbvio que as coisas boas ultrapassam e muito esse tipo de coisa, né. Estou em Londres! A cidade mais multicultural do mundo, terra da boa música, boa literatura e, por que não, boa culinária (apesar de que as melhores comidas aqui não são tipicamente britânicas). Vim preparada pro famoso péssimo clima londrino, e pra minha surpresa só choveu 2 ou 3 dias desde que cheguei aqui, além de ter tido vários dias de sol.

Ainda tenho muita coisa pra fazer, ver e conhecer. Claro que bate saudade da família, dos amigos, do Brasil e das comidas brasileiras, só que essa chance que estou tendo (muito obrigada, Dilmãe!) ajuda a superar tudo. E assim, até o terceiro mês eu já sei mais ou menos como funciona, já fiz "estágio"... Se bem que já tive que fazer muita coisa que não precisei no primeiro intercâmbio, tipo cozinhar. Nos EUA eu geralmente comia no trabalho e quando chegava em casa jantava uma refeição congelada. Só que não dá pra viver um ano inteiro almoçando e jantando congelado! Então já estou ficando mais prendada. Enfim, vamos ver o que acontece depois de abril. Tenho a impressão que vou me apaixonar cada vez mais pela cidade e no final vou chorar de ter que voltar, hahah


PS: não se preocupe mum, independente de querer ou não eu volto, tá? Cuida aí do meu quarto!

You Might Also Like

1 comentários

  1. Oi amore! Volta sim, nem que seja prá visitar a gente! kkk. A saudade é grande, mas o que mais importa é a sua felicidade e realização.
    Seu quarto? Bem, até meados de março ele estará repleto de ovos de Páscoa que, espero, trabalho, rezo e torço, ele se transforme em reais para irmos vê-la em breve! Super beijo, te amo infinitamente! Mum

    ResponderExcluir

FOTOS