lazer

Liverpool, England

23.5.13

No último fim de semana fiz mais uma viagem dentro do Reino Unido, dessa vez pra Liverpool. Apesar de o clima não ter colaborado (só abriu sol na hora de ir embora), amei a cidade!

Confesso que que fizemos basicamente turismo relacionado aos Beatles, mas sendo muito fã achei ótimo. Fomos ao Beatles Story, uma "atração" muito legal que conta toda a trajetória do grupo, desde antes de se formar até depois da separação. No começo tem um pouco sobre como cada um começou a se interessar por música e tocar e como John e Paul se conheceram no colégio, depois a época que eles moraram em Hamburgo, a volta pra Liverpool e o Cavern Club. Aí vem a época em que começaram a gravar e lançar discos, a Beatlemania, o sucesso nos Estados Unidos... A sala mais legal é uma, enorme, que tem o túmulo da Eleanor Rigby em frente aos portões de Strawberry Field; ao lado tem uns espelhos muito loucos na parte do Magical Mystery Tour; aí tem uma versão enorme da capa de Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band e pra sair tem que passar por dentro do Yellow Submarine. Tem muita coisa pra ver e ficamos horas lá dentro tirando fotos e filmando.

O "museu" fica nas docas de Liverpool, um dos pontos turísticos da cidade. A vista é bem bonita e tem montes de barcos bem diferentes atracados: passei pelo barco do Joker (Batman), Yellow Submarine e Titanic miniatura. O mais legal de Liverpool é que a cidade é musical até a alma: não dá pra andar 5 minutos sem ouvir algum artista de rua cantando ou tocando qualquer instrumento que seja - e são todos muito bons.

Joker-Yellow Submarine-Titanic
Mas continuando o Beatles Tour, fomos até o portão de Strawberry Field, que fica próximo à casa onde John Lennon cresceu. Também fomos ver a casa do Paul, que era mais longe do que esperávamos; o Google Maps nos fez pegar um atalho muito estranho quase pelo meio da floresta e a gente ficou imaginando se era o mesmo atalho que o John pegava quando ia visitar o Paul e vice-versa. Enfim, vimos as casas dos dois, que moravam em um subúrbio muito fofo e todo verdinho e florido. Também fomos a Penny Lane antes de voltar pro hostel e nos arrumarmos pro Cavern Club.

Os Beatles foram "descobertos" no Cavern Club, e desde então muitas outras bandas e artistas fodásticos (com o perdão da palavra) tocaram lá. Exemplos? Rolling Stones, Queen, Elton John, Oasis, Arctic Monkeys. Tá bom? Imagina a minha empolgação em estar nesse lugar!


Nesse dia estava acontecendo um festival (International Pop Overthrow) e bandas de vários lugares do mundo se apresentavam em ambos os palcos - um deles o original, menorzinho, e o outro na "extensão". Acabamos descobrindo 2 bandas britânicas super legais, The Lightwings e Ben Jones and The Rifle Volunteers. A segunda nos deixou tão empolgadas que a gente tava dançando e querendo cantar junto sem saber a letra. No final eles venderam todos os CDs que tinham no balcão e nós contribuímos pra isso. 


No último dia fomos na exposição Elvis & Us, que tem uma galeria de fotos raras dos Beatles. Depois fomos comprar milhares de souvenirs: voltei com chaveiro, livro, caneca, bottons, cartões postais... A única coisa totalmente não relacionada a Beatles que fomos foi ao Central Perk - e demos de cara com a porta. O site deles não informava nada sobre fechar no domingo! Uma pequena consolação foi que bem ao lado tinha a Tribbiani's, uma pizzaria com pratos inspirados nos personagens de Friends. E aí pra fechar a viagem o sol resolver dar o ar da graça depois de um fim de semana nublado. Valeu aí!

You Might Also Like

0 comentários

FOTOS